Quando se trata de coragem, os últimos da Gold são os primeiros

Quando se trata de coragem, os últimos da Gold são os primeiros

Por Gustavo Narciso

&nbsp—

Praticante de Off Road à apenas seis meses, Bruno Ferreira, 23, saiu de Campo Mourão PR para se desafiar na categoria Gold do Hard Enduro Brasil Series, durante a etapa do Hard In Help.

Apesar do pouco tempo de experiência, o piloto que anda com uma KTM 300 2 tempos diz não se arrepender em correr na categoria mais dura e afirma que seguirá o campeonato fazendo alguns cursos com pilotos e treinando para melhorar o condicionamento físico.

&nbsp—

Thexrider: Como você conheceu o off road?

&nbsp—

Bruno Ferreira: Conheci através de amigos que praticam o esporte.

&nbsp—

Thexrider: Como foi a experiência de correr o Hard Enduro Brasil Series?

&nbsp—

Bruno Ferreira: Foi uma das melhores experiência que já tive, um desafio para mim!

&nbsp—

Thexrider: Você está acostumado a andar em que tipo de terreno na sua região?

&nbsp—

Bruno Ferreira: Aqui no Paraná a nossas trilhas são bem tranquilas. Terra vermelha e rios.

&nbsp—

Thexrider: Com apenas 6 meses andando no Off Road, por que você decidiu correr um Hard Enduro?

&nbsp—

Bruno Ferreira: Na verdade eu comecei a fazer algumas trilhas em Março de 2018, nada sério! No entanto peguei gosto mesmo em dezembro de 2018, quando comecei a treinar em lugares difíceis e ir para Canastra. Foi então que vi que gostava de desafios, trilhas mais complicadas, que exigem força, técnica e preparo físico.

Como minha primeira prova, foi bem desafiador! Como eu não sabia como funcionava, não me preparei direito.

Thexrider: E por que optou pela categoria Gold, a mais difícil do Hard Enduro?

&nbsp—

Bruno Ferreira: O que me motivou a participar do Hard In Help, pela categoria Gold, foram uns amigos que correram o ano passado e não conseguiram concluir. E como eles são os melhores aqui da região, eu coloquei isso como um desafio. Então fui com o objetivo de concluir, sem almejar disputar com os demais.

&nbsp—

Thexrider: Como você avalia a sua participação no Hard In Help?

&nbsp—

Bruno Ferreira: Como minha primeira prova, foi bem desafiador! Como eu não sabia como funcionava, não me preparei direito. Eu fiz tudo errado também. Cheguei as 2 da manhã e como eu estava com uma moto nova, tive que instalar ventoinha e outros acessórios. Consegui dormir as 4 e acordei as 5. Fui para prova sem GPS, sem dormir, sem tomar café e sem água (risos).

Apesar disso tudo, eu fiquei muito contente em terminar a prova e com um tempo não tão longe dos primeiros colocados. Além dos problemas, acho que faltou preparo físico, porém já comecei um conjunto de treinos para atingir um bom condicionamento.

&nbsp—

Thexrider: Você pretende correr outras provas do HEBS? Vai permanecer na Gold?

&nbsp—

Bruno Ferreira: Quero participar da próxima etapa em Osório – RS, no Tobatas Park. Como disse, acho que faltou preparo, mas já comprei uma bicicleta, vou fazer natação também e academia. E não vou sair da Gold não! Vou continuar e lutar até o final! Acredito que a Silver seja até mais complicado que a Gold por ter mais pilotos e talvez ser mais rápida. Prefiro trilhas mais fechadas. Vou treinar em cima das técnicas que preciso aprender, ganhar preparo físico e bora pra próxima!

&nbsp—

Após o fechamento desta pauta, Bruno nos procurou para deixar um agradecimento, fala piloto: 

      “Gostaria de agradecer o Balasso da BMS Racing. Ele me salvou, pois eu não sabia que precisava ir com ventoinha na gold. Ele que me avisou e peguei uma da BMS. A minha manete estava torta também e peguei uma nova com ele!”

&nbsp—

O Hard Enduro é uma modalidade onde, antes de mais nada, o piloto é seu próprio adversário. O desafio é escolher o seu caminho e superar os seus limites. Ao conquistar uma medalha de Finisher, o piloto se orgulha em compartilhar com os demais, afinal não são todos que terminam.

O piloto Bruno Ferreira já escolheu o seu caminho e sabe quais são seus obstáculos pessoais. Esperamos por ele na próxima parada do HEBS, Tobatas Park.

&nbsp—

Conteúdo Relacionado